Notícias

SÃO PAULO Alagoas participa de Mostra de Aprendizagens e se destaca com quadrilha junina sobre gestão do SUS

Terça-feira, 28 de novembro de 2017

Mary Wanderley


Profissionais do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de Alagoas (Cosems) fizeram parte, nos últimos dias 22 e 23 em São Paulo, do grupo de 160 apoiadores regionais; além de 26 coordenadores estaduais e oito consultores do país da Mostra de Aprendizagens do Projeto Formação Rede Colaborativa para Fortalecimento da Gestão Municipal do Sistema Único de Alagoas (SUS). Alagoas se destacou entre os Estados da região Nordeste ao lançar a criativa quadrilha junina com o enfoque na temática da Rede, tendo o apoiador Joelson Lisboa como autor do texto e produção.

A apresentação contou com a participação do presidente do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Mauro Junqueira, no papel do padre da cerimônia atípica - que sem fugir do tema - tinha como noivo um apoiador da Bahia e a noiva uma gestora do Paraná. O pai da noiva foi representado por um suposto secretário de Estado da Saúde e a bíblia era o Manual do Gestor. De acordo com Joelson Lisboa, durante a Mostra, os técnicos alagoanos participaram de três momentos de roda de conversas em grupos distintos.

"Além de se destacar nas atividades lúdicas, Alagoas contribuiu com as discussões apontando como o projeto Rede Colaborativa agiu de forma positiva e não positiva", destacou Joelson, acrescentando que durante a Mostra, houve momentos de avaliação dos trabalhos desenvolvidos nas regiões de saúde, dos avanços promovidos com a execução do projeto e também fragilidades a serem superadas na gestão municipal de saúde.

Dentre os pontos positivos estavam o aumento na frequência dos gestores municipais nas reuniões de Comissão Intergestores Regional (CIR); agilidade e qualidade nas informações prestadas aos gestores; construção de pautas prioritárias da gestão municipal; fortalecimento do elo Cosems X Municípios.

A capilaridade do Conasems/Cosems; empoderamento e protagonismo dos gestores nos fóruns de discussão; a qualificação dos instrumentos de gestão e a parceria do Conasems com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz também estavam entre os itens favoráveis para os técnicos. Já os pontos não positivos elencados foram a falta de apoio logístico de alguns Cosems; rotatividade de gestores municipais; espaço de qualificação restrito; descumprimento das agendas das CIRs e congelamento do financiamento do SUS.

O presidente do Conasems, Mauro Junqueira, ressaltou que o projeto mostrou uma estratégia capaz de alcançar resultados ainda maiores e melhores no futuro. "Contamos com o envolvimento cada vez maior da diretoria e presidentes de Cosems e de todos que integram a Rede Colaborativa e mostraram sua dedicação ao longo desse período" , afirmou.

Compartilhe esta notícia:

+ Mais imagens

:: newsletter
COSEMS/AL © 2015 - Todos os direitos reservados.
Rua Ricardo César de Melo, 179 - Pinheiro - Maceió/AL - CEP: 57.055-670
Fone: +55 82 3326-5859 - cosemsalagoas@gmail.com
SET Web Studio